Ações como o “Dia do Mico” promovem benefícios aos estudantes

As turmas da Terceira Série do Ensino Médio do Colégio ISBA participaram, na quinta-feira, 07, do “Dia do Mico”, durante o intervalo das aulas. Com o tema “Personagens que Marcaram a Infância”, o evento foi marcado pela criatividade dos estudantes. Foi possível ver personagens da literatura clássica infantil, das revistas em quadrinhos, de séries de animação, filmes e seriados de TV.
Com uma pitada de senso de humor, apreciação pelas histórias e identificação, entre outras razões, os adolescentes se fantasiaram como a Chapeuzinho Vermelho, O Menino do Maluquinho, As Meninas Superpoderosas, Os Padrinhos Mágicos, Fadas, Ben Dez e muitos outros. Teve até a personagem Cher Horowits, do filme “As Patricinhas de Beverly Hills”.  
A estudante Andressa Leal (foto ao lado), de 16 anos, da turma da A, escolheu a personagem Kayoko Tanaka, conhecida como Número Três, da série de animação “A Turma do Bairro (KND)”, criada por Tom Warburton e exibida pelo canal Cartoon Network.  “Eu gostava muito do desenho e, principalmente, da ‘Número Três’ por ela ser muito alegre e ter os olhos ‘puxadinhos’ como os meus”, disse a estudante.
Um dos destaques foi a dupla formada por Alan Sacramento e Thiago Santos (foto abaixo). Eles se caracterizaram como os protagonistas da série de comédia americana “Kenan & Kel: Dois Caras Muito Doidos”. A sitcom hilária ganhou muitos fãs aqui no Brasil.

      Para a orientadora do Ensino Médio, professora Luciana Braga, o “Dia do Mico” é válido porque na fase e no período em que os adolescentes se encontram há uma frequência maior de atividades e eles passam um tempo considerável estudando. Por isso, os momentos de diversão promovem benefícios.
“O estresse, algumas vezes, é inevitável. Então, esse encontro é um momento lúdico, de descontração, brincadeira e relaxamento. Após esse momento, eles ficam mais leves para retomar o foco nos estudos”, disse a professora Luciana.
Os estudantes confirmam o que a orientadora explica. “É uma forma de quebrar a nossa rotina escolar e a tensão, pois estamos em semana de prova e meio a preparações para o Enem, Vestibulares e no momento de decidir sobre qual formação profissional escolher”, declarou a estudante Andressa.
O psicólogo Luiz Lopes, coordenador do curso de psicologia da Faculdade Social da Bahia acredita que tais atividades aliviam os conflitos, o estresse e a pressão que esses alunos vivem por estarem no terceiro ano. “O último ano do Ensino Médio é um momento em que eles têm que dar conta de muitas coisas: o luto do ensino médio que está acabando, ter que escolher uma profissão, se preparar para ingressar no ensino superior, além das proporias mudanças inerentes a essa fase da vida: onde há a transição para a vida adulta, questões afetivas, independência financeira, deixar de ser adolescente etc”, disse.
De acordo com Luiz Lopes, iniciativas como o Dia do Mico se estendem para o processo integrativo e estimulam a sociabilidade, aspectos importantes na adolescência.
“Ações e atividades que possam dar alívio a esse turbilhão de coisas são sempre muito bem-vindas, além de incentivarem a socialização. Geralmente, neste momento eles acabam se isolando na preocupação com os estudos e atividades,” destacou psicólogo.
O Colégio ISBA demonstra, como sempre, o foco na formação integral dos estudantes e não em modismos de entretenimento.
“O Dia do Mico só acontece uma vez ao mês, mas esses registros eles levam para o resto da vida”, finalizou a professora Luciana.

Por Ticiana Bitencourt