Estudante do ISBA lança livro de fotografias sobre a Nova Zelândia

A “Terra da Longa Nuvem Branca” é a Nova Zelândia – “Aotearoa” em maori (língua dos povos nativos neozeolandeses), esse é o título do livro de fotografias de estreia de Arthur Lago, estudante do Colégio, apaixonado por redes, games, cyberspace e que sonha em estudar Engenharia Aeroespacial. O lançamento de “Aotearoa”, em edição bilíngue inglês-português, capa dura, será no próximo dia 16, no Shopping Barra, a partir de 18h30, no espaço da Editora Caramurê.

Arthur realizou esse trabalho de fotografia entre os 14 e 15 anos de idade, quando morou e estudou na Nova Zelândia, em 2015, cursando o 1º ano do Segundo Grau. Além da fotografia na terra dos maoris, o estudante ainda ganhou o Second Prize in National Red Cross Art Competition por sua obra de arte digital “615 Famílias Perdidas”, baseada na história política do Brasil.

O design gráfico ficou para trás, mas a fotografia ficou perenizada nas lentes do menino que saiu da Bahia e atravessou o mar em direção à Oceania. “Esse livro é uma narrativa visual não apenas da beleza, mas da solidão da Nova Zelândia. Escolher as fotografias que representam a minha admiração por esse país encantador foi uma tarefa muito difícil, penosa mesmo”, conta.

Nas 96 páginas do livro, Arthur faz uma viagem mágica pelas ilhas Norte e Sul da Nova Zelândia, separadas pelo Estreito de Cook. De Auckland – construída sobre vulcões inativos – a Queenstown – “capital mundial dos esportes radicais”, às margens do lago Wakatipu – são diferentes cenários e paisagens exuberantes. Sem dúvidas, o livro de iniciação fotográfica de Arthur Lago é a apresentação de um novo artista baiano.