Centro Social Coração de Maria recebe computador da Comunidade ISBA

O Centro Social Coração de Maria recebeu da comunidade do Colégio ISBA a doação de um computador para auxiliar nas atividades educativas das crianças de Corte Grande, no Alto de Ondina. O computador foi comprado com recursos arrecadados durante a Feira da Solidariedade, evento em que os estudantes comercializaram comidinhas, artesanatos e obras de arte produzidos por eles próprios para pais, familiares e colaboradores.

Representando todos os estudantes, Matheus Pimenta e Lara Boaventura, do 5º ano, Rafaela Sobreiro e Ana Teresa, da 1º ano do Ensino Médio e Joana Janaína e Lael Lopes, do 7º ano, foram recebidos pelas crianças do Centro Social, que agradeceram a ação com músicas, coreografias e muita alegria. Os alunos do ISBA estiveram acompanhados da diretora, professora Rita Margareth Passos e da professora Conceição Costa Hillesheim, coordenadora pedagógica.

Mary Santos, coordenadora do Centro Social Coração de Maria, agradeceu a toda a comunidade ISBA e disse que o equipamento vai ser utilizado tanto pelas crianças em pesquisas como no planejamento das mais diversas atividades pedagógicas. “A Feira da Solidariedade e tantas outras ações do Colégio ISBA nos beneficiam muito e são sempre bem-vindas, pois sabemos do carinho desenvolvido nas ações que essas pessoas fazem com tanto amor”, reconheceu.

Trabalho social

O Centro Social Coração de Maria atua na comunidade há quase trinta anos. Atende a crianças com três anos de idade, na educação infantil, e a crianças de 6 a 10 anos, no turno ampliado. O trabalho social beneficia a famílias das comunidades do Alto de Ondina, Baixa da Alegria, Alto da Sereia e Corte Grande, cujas crianças frequentam a instituição em atividades da educação infantil ou no turno oposto ao da escola pública.

“Damos atenção para aquilo que a escola não dá conta, por causa das turmas muito ampliadas. Por isso, incentivamos a leitura e a produção de texto, temos oficinas de capoeira e teremos em breve oficinas de dança”, detalha Mary Santos. Ela destaca também que o Colégio ISBA disponibilizou suas quadras para um projeto de escolinha de futsal, que tem beneficiado às crianças e aos adolescentes da comunidade, de 8 a 16 anos de idade, duas vezes por semana.

Imagens