O que é o câncer de mama e quais são os principais fatores de risco?

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama. Esse processo gera células anormais que se multiplicam, formando um tumor. 

Há vários tipos de câncer de mama. Por isso, a doença pode evoluir de diferentes formas. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente. Esses comportamentos distintos se devem a característica próprias de cada tumor. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. 

Existe tratamento para câncer de mama, e o Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Essa doença não tem somente uma causa. A idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença (cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos). Entretanto, outros fatores aumentam o risco da doença, tais como:

  • Obesidade e sobrepeso após a menopausa;
  • Primeira menstruação antes de 12 anos;
  • História familiar de câncer de ovário;
  • Sedentarismo e inatividade física;
  • Não ter tido filhos;
  • Casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos;
  • Consumo de bebida alcoólica;
  • Primeira gravidez após os 30 anos;
  • História familiar de câncer de mama em homens;
  • Exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X);
  • Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos;
  • Alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2;
  • Uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona); 
  • Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

A mulher que possui um ou mais desses fatores genéticos/hereditários é considerada com risco elevado para desenvolver câncer de mama.

O caráter genético/hereditário corresponde a apenas 5% a 10% do total de casos da doença.

Atenção: a presença de um ou mais desses fatores de risco não significa que a mulher necessariamente terá a doença.

Fonte: INCA