Uma vida de dedicação plena à educação

Perfil da Irmã Maria Alice Teixeira uma das fundadoras do Colégio ISBA

O Colégio ISBA é resultado dos esforços de mulheres abnegadas, cheias de fé e repletas de amor pela educação e pelo próximo. Entre elas, a portuguesa Irmã Maria Alice Teixeira da Silva, que veio para o Brasil ainda no período da infância junto com a família. Filha de Joaquim Teixeira de Azevedo e Aurora Guedes da Silva, Maria Alice nasceu em 11 de maio de 1925, em Loivos da Ribeira, no Porto, em Portugal. Ela estudou o antigo ginásio no Colégio Nossa Senhora da Piedade, no município de Ilhéus, na Sul da Bahia. Depois, fez o antigo curso secundário no Colégio Nossa Senhora das Mercês, em Salvador. As duas instituições de ensino eram destinadas a estudantes do sexo feminino e foram fundadas por freiras ursulinas, em 1916 e 1735, respectivamente. 

      Depois de concluir o colegial, se formou em Letras Neolatinas, na Faculdade de Filosofia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Irmã Maria Alice prosseguiu nos estudos: fez o curso superior de Religião, Teologia e Sagrada Escritura; especializou-se em Psicotécnica e Didática para o Ensino Superior, na Universidade Católica do Salvador (UCSAL) e concluiu a graduação em Pedagogia, Orientação Educacional e Administração Escolar, na Faculdade de Educação da Bahia, em Salvador. A estudiosa ainda especializou-se em Estudos Estilísticos e Literatura Francesa Clássica e Contemporânea na Université de Paris, na França, em 1972.

    Como integrante da Sociedade Filhas do Coração de Maria, desenvolveu, ao longo da vida, ação pastoral e trabalho de conscientização social, principalmente, através das atividades escolares. Contudo, também atuou ativamente na criação de uma associação de moradores vinculada à Escola Santo Antônio, considerada a célula mater do Colégio ISBA (fundado em 08 de março de 1964).

     Irmã Maria Alice é uma das fundadoras da Faculdade Social da Bahia (FSBA), inaugurada no ano de 2001 e foi diretora geral da instituição até 2009. Ela contribuiu, decisivamente, para o cumprimento da missão da faculdade de oferecer formação humana e profissional, assim como para o crescimento e consolidação no campo da educação superior baiana.

     O reconhecimento pelo trabalho realizado por Maria Alice vem de vários segmentos sociais. Em 1991, recebeu a “Comenda Maria Quitéria”, atribuída, pela Câmara Municipal de Salvador, a mulheres com atuação de destaque em prol da capital baiana e/ou do Estado da Bahia. Em 2005, foi agraciada com o “Título de Cidadã Baiana”, conferido pela Assembleia Legislativa do Estado da Bahia a personalidades nascidas fora da Bahia com relevante contribuição para o desenvolvimento social, econômico, político e/ou cultural do Estado.

    Atualmente, a irmã vive no Rio de Janeiro, mas, de vez em quando, vem a Salvador para visitar os parentes e também passa aqui em Ondina para rever amigos, matar a saudade dos colaboradores e das instituições.

Por Ticiana Bitencourt – Fotos: Acervo do Colégio ISBA

Na foto acima a diretora atual do Colégio ISBA a
professora Rita Margareth Passos e a Irmã Maria Alice Teixeira